quinta-feira, 17 de julho de 2014

Doença de Meniere: Ouvido sob pressão


E hoje após um surto de vertigens, muitas náuseas e vómitos tive o diagnóstico - Síndrome de Menier... Agora vou fazer mais exames, iniciar a medicação para aliviar o zumbido e a pressão constante assim como as vertigens. Aceitar e esperar que o meu dia a dia não seja muito afectado por esta doença crónica.

A doença de Meniere não tem cura, mas é possível controlar os sintomas. Com medicamentos, mas também com outro tipo de medidas, nomeadamente ao nível da alimentação.
Uma das recomendações habituais vai no sentido de os doentes fazerem refeições regulares e de limitarem o consumo de sal: é que, assim, contribuem para regular os fluidos corporais, evitando a retenção de líquidos e, em consequência, diminuindo a pressão sobre o ouvido interno.
Evitar a cafeína, deixar de fumar e tentar gerir o stress e a ansiedade são igualmente úteis. A cafeína possui propriedades estimulantes que podem agravar os sintomas, pelo que deve ser moderado o consumo de café, chá, alguns refrigerantes e chocolate.
Também a nicotina parece acentuar os sintomas, pelo que deixar de fumar é aconselhado. Já o stress, para que a própria doença contribui, pode ser reduzido com a ajuda de técnicas de relaxamento, de terapia e/ou de medicamentos.
O tratamento da doença de Meniere pode passar pelos medicamentos, nomeadamente para lidar com as vertigens: assim, podem ser prescritos fármacos para o enjoo ou as náuseas, a tomar quando os primeiros sintomas se manifestam, de modo a minorar o seu impacto.
Podem igualmente ser prescritos diuréticos, para diminuir a retenção de líquidos. Neste caso, pode ser recomendado o reforço da ingestão de alimentos ricos em potássio, como banana, laranja, espinafre ou batata-doce.

O maior problema associado a esta doença são as vertigens: os seus episódios, imprevisíveis, podem ser verdadeiramente debilitantes para o doente. Forçam-no a várias horas de interrupção das suas actividades, profissionais ou de lazer, além de que aumentam o risco de quedas e de acidentes, por exemplo de viação. Daí que nas situações mais graves - em que os medicamentos e as alterações na dieta não são suficientes - possa ser necessário recorrer acirurgia no ouvido interno.

A doença de Meniere pode afectar a interacção com os outros, a actividade profissional e a qualidade de vida. Pode mesmo ser necessário mudar o modo de vida para lidar com os surtos, o que pode gerar ansiedade e até abrir caminho a depressão.

Este é um problema crónico e, por isso mesmo, impõe que se cumpram as indicações médicas, ao nível do tratamento.

À beira de uma vertigem
As vertigens são o sintoma mais visível da doença de Meniere.

Pelo seu impacto, importa saber como agir quando elas se avizinham:
• Tente deitar-se numa superfície que não se mova - o chão é o ideal;
• Mantenha os olhos fixos num objecto que não se mova;
• Não coma nem beba, para diminuir o risco de náuseas e vómitos;
• Quando os sintomas desaparecerem, levante-se devagar;
• Repouse: é provável que se sinta sonolento após um surto.

Fonte: http://medicosdeportugal.saude.sapo.pt

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© Sunny November. Design by Fearne.