sexta-feira, 29 de maio de 2015

São só 10 minutos por dia

Os dias dos Pais são na generalidade uma correria, saímos de casa a correr, passamos o dia a lutar contra o relógio e no final do dia a correria é ainda maior: preparar o jantar, dar banhos, preparar tudo para o dia seguinte (roupas, mochilas, lanches, etc), arrumar o possível em casa, enfim nada de novo para todos os Pais que estão desse lado.
E tempo para os nossos filhos? Para os ouvir, para brincar com eles, para os acarinhar, para os apoiar, para os abraçar, para estudar (no caso dos mais velhos), para ler a história com calma, para adormecê-los serenamente com um cafuné... Há dias em que os afazeres e a luta contra o relógio tornam de todo impossível esses momentos e cá em casa não é excepção... Mas esforço-me muito e tento por em prática os 10 minutos de atenção positiva e o que são esses 10 minutos?
Esses 10 minutos são aqueles em que esquecemos os tachos, a roupa por apanhar ou estender, a mochila a preparar, em que esquecemos os problemas do dia de trabalho, em que o telemóvel/tablet e afins não têm importância e estamos com os nossos filhos e nesses 10 minutos temos de estar verdadeiramente presentes, não é só fisicamente, temos de estar a 100%. Eles decidem o que vamos fazer e nós seguimos a sua vontade e vamos brincar, ouvir, estar, sentir! Dizem que esses 10 minutos diários de atenção positiva são essenciais para as crianças se sentirem mais amadas, com pais mais presentes e que se importam com as suas histórias, com as suas brincadeiras, nada melhor para estimular e manter o vínculo parental que muitas vezes se vai perdendo ao longo do crescimento.
Por cá a mamã está a esforçar-se e vocês acompanham-me neste desafio?


Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© Sunny November. Design by Fearne.