terça-feira, 7 de junho de 2016

Books | O Pintassilgo

Já há algum tempo que não partilho as minhas leituras, não que ande a ler menos, mas porque mergulhei nas 893 páginas do Pintassilgo.
Não foi sempre uma leitura fácil e amigável, cansei-me algumas vezes, revoltei-me outras tantas, mas a realidade é que não o deixei a meio e investi nas 893 páginas.
Agora posso dizer que gostei de o ler, a história é boa, as reflexões também e a Donna Tartt é uma excelente escritora.

Sinopse: Theo Decker, um adolescente de 13 anos, vive em Nova Iorque com a mãe com quem partilha uma relação muito próxima e que é a figura parental única, após a separação dos pais pouco antes do trágico acontecimento que dá início a este romance. Theo sobrevive inexplicavelmente ao acidente em que a mãe morre, no dia em que visitavam o Metropolitan Museum. Abandonado pelo pai, Theo é levado para casa da família de um amigo rico. Mas Theo tem dificuldade em se adaptar à sua nova vida em Park Avenue, e sente a falta da mãe como uma dor intolerável. É neste contexto que uma pequena e misteriosa pintura que ela lhe tinha revelado no dia em que morreu se vai impondo a Theo como uma obsessão. E será essa pintura que finalmente, já adulto, o conduzirá a entrar no submundo do crime. 

O Pintassilgo | Donna Tartt | 2013 | Editorial Presença 

2 comentários

  1. Todas as pessoas que conheço que leram Donna Tart e O Pintassilgo gostaram ou adoraram.
    Tenho imensa curiosidade em lê-lo, mas confesso que a quantidade de páginas intimida um pouco.

    Beijinhos,
    Mafalda | Nuts for Paper

    ResponderEliminar
  2. Sim, esse foi o meu maior desafio, o número de páginas, mas vale a pena!
    Bjs

    ResponderEliminar

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© Sunny November. Design by Fearne.