terça-feira, 1 de novembro de 2016

O Halloween e o Pão-por-Deus

O Halloween parece que veio para ficar, não sou grande fã confesso, mas a realidade é que desde que os L's frequentam a escola que principalmente a Laura se mascara no Halloween, o Lourenço não é grande fã. Entramos na brincadeira das máscaras mas não perpetuamos o "trick or treat" andando na rua a pedir doces ou a fazer travessuras, para nós é como se fosse mais um Carnaval! 
Lourenço com fato de Esqueleto da H&M | Laura com Sweat Shirt assustadora com a Violeta da Cookie.Tiny Bite


Eusou do tempo do Pão-por-Deus, vivi grande parte da minha vida numa aldeia do concelho de Mafra, na chamada zona saloia, e todos os dias 1 de Novembro (Dia de Todos-os-Santos) pela manhã, ia com um grupo de outras crianças pelas ruas da aldeia e de porta em porta, a pedir o Pão-por-Deus. Levávamos os nossos saquinhos de pano, os meus feitos à mão pela minha querida Avó Maria e era sempre uma manhã muito animada. Do Pão-por-Deus trazíamos bolinhos, broas, frutos secos (pinhas inteiras, pinhões, nozes, castanhas, amendoins, pevides, etc), às vezes umas guloseimas e ainda algumas moedas. Chegada a casa, só depois do almoço é que abria o saco e partilhava com a família o que tinha recebido.

Mas de onde vêm estas tradições?
Halloween ou Dia das Bruxas: Celebração observada nos países anglo-saxónicos em 31 de Outubro, véspera da festa cristã do Dia de Todos-os-Santos, em que as crianças batem às portas pedindo treat or tricks (doces ou travessuras). 

Pão-por- Deus: Reza a história que o Pão-por-Deus tem raízes num ritual pagão do século XV que foi cimentado um ano depois do terramoto de 1755. Nesse dia 1 de novembro, a população mais pobre de Lisboa terá aproveitado para sair às ruas e bater à porta dos mais afortunados, e assim, mitigar um pouco a fome. A tradição manteve-se ao logo dos tempos, sobretudo fora das grandes cidades e com duas alterações significativas. O “peditório” passou a ser feito apenas por crianças, e em vez de pão, os donos das casas dão hoje bolinhos, romãs e frutos secos ou doces e guloseimas. Para gáudio de alguns, também há quem dê dinheiro (daqui). 

Como mãe quero perpetuar a tradição do Pão-por-Deus e levar os L's no Dia de Todos-os-Santos (ainda bem que voltámos a ter feriado) até à minha aldeia e ir com eles de porta em porta, até serem autónomos. E na véspera brincaremos ao Carnaval do Halloween! 
E vocês o que fazem com os vossos filhos?
Beijinhos 

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© Sunny November. Design by Fearne.