segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Quando o Amor Dói

O Amor, seja ele qual for, nunca deveria de magoar, de maltratar, de humilhar, de fazer doer. 
O Amor é um dos sentimentos mais bonitos e genuínos que podemos sentir, dar e receber, é um sentimento de pureza, de querer bem, de cuidar. Mas nem sempre assim é... 
Não escolhemos quem amamos e nem sempre amamos as pessoas certas. Além de que nem todas as pessoas sabem amar. 
Não vivemos no mundo ideal, deparamo-nos muitas vezes com alguém que sofre porque ama errado, a pessoa errada, ou do modo errado, e encontramos dor e sofrimento...

E quando o Amor dói, o que se faz ao Amor que se sente? Como deixamos de amar quem sentimos ser o amor da nossa vida? Como um filho deixa de amar um Pai? Como um Pai deixa de amar um filho? 
Não conseguimos estalar os dedos, deixar de amar e há vínculos únicos que são difíceis de apagar. Mas o que fazer ao Amor? 
Devemos manter um Amor que Dói? Devemos em nome desse Amor sobreviver, colocarmo-nos em segundo plano, esquecer as mágoas, permitir os embates e as pancadas?
Não é humano viver assim! Não é digno viver assim! Ninguém é feliz assim!
Ao Amor que dói, em primeiro lugar eu cuidaria dele, do coração magoado, da alma magoada, do corpo magoado. Cuida de ti, aprende a Amar-te acima de todos os outros Amores, assim vais ficar mais forte, vais encontrar a forma menos dolorosa de te relacionar com ele e se preciso for vais conseguir deixar ir o Amor que dói, vais apagá-lo todos os dias um bocadinho e vais finalmente Ser Feliz, pois o Amor que dói não te merece.

❤ Instagram claudiagoncalvesganhao
❤ Facebook Sunny November

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© Sunny November. Design by Fearne.