sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Na Capital da Noruega | Oslo


Por motivos profissionais passei 4 dias e 4 noites na capital Norueguesa. A maior parte do tempo foi passado a trabalhar, mas também tive algum tempo para conhecer Oslo, algumas das suas atracções e experienciar um pouco da vida dos noruegueses.

Fiquei hospedada numa zona bem central da cidade, na Karl Johans Gate, perto do Teatro Nacional e do Parlamento, o que foi uma enorme vantagem.

Uma das melhores formas de conhecer cidades é ir num City Sightseeing e foi o que fiz, comprei o bilhete numa das paragens perto do meu hotel, custa cerca de 30€  e fui parando e conhecendo alguns dos locais menos centrais, além de ter ficado a conhecer melhor a história da cidade. Partilho em seguida os locais por onde passei e que valem a pena a visita.

A primeira paragem foi no Vigeland Park, um enorme jardim público que para além de ser imensamente verde e bonito tem ainda mais de 200 esculturas de Gustav Vigeland espalhadas pelo parque. E é impossível ficar indiferente à beleza e realismo das mesmas, uma das mais conhecidas é a do rapaz zangado, mas na minha apreciação nem é a mais bonita.
Vigeland Park | Ópera 

 Do Vigeland Park continuei no City Sightseeing e o local onde saí foi no Edifício da Ópera, um edifício muito moderno e onde é possível andar no telhado, à semelhança do nosso MAAT e com uma vista fantástica sobre o fiorde. Daí percorri todo o centro da cidade a pé.

A Estação Central com o seu Tigre de Bronze, Oslo é conhecida como a Tigerstanden ou Tiger City.
A Karl Johans Gate, uma das ruas mais movimentadas da cidade, com muitas lojas e pontos de interesse a visitar. Passando pela Catedral de Oslo, o Parlamento (Storting) e terminando no Slottet, o Palácio Real. Os Edifícios do National Teather e da National Gallery também são muito bonitos.
Karl Johans Gate | Stortig | Teatro Nacional | Slottet
De seguida fui até ao Oslo City Hall um edifício emblemático da cidade e daí até ao Akersneset, o Castelo e Forte de Oslo, e passei no seu interior.

Akersneset 
Em suma, gostei da cidade, pequena, onde podemos passear calmamente e rapidamente chegar a qualquer lugar. A rede de transportes públicos é bastante boa, o T-Bane (metro) percorre toda a cidade e facilmente chegamos onde necessitamos.

Existe também do centro da cidade um comboio directo para o aeroporto, o “Flytoget” que custa cerca de 20€ e é muito rápido, além de ser uma viagem bem bonita.

Os Noruegueses são simpáticos, tranquilos, falam fluentemente inglês. Não precisei de levantar coroas norueguesas NOK) pois é  possível usar o cartão multibanco ou de crédito em todos os locais, lojas, restaurantes, cafés, táxis, transportes públicos e para qualquer quantia. Havendo também incentivos à utilização do mesmo, com a aplicação de descontos para quem usa o cartão.

A vida na cidade não é propriamente barata, um cappucino pode custar 5€, mas nas lojas de conveniência, tipo 7 eleven, é possível adquirir produtos de boa qualidade, saladas, sandes, sumos naturais e fruta por valores razoáveis. A água nos cafés e restaurantes é gratuita, o que é uma poupança considerável no custo da refeição.

Os noruegueses levantam-se cedo e começam a trabalhar cedo, o almoço é pelas 11h30m/12h e não perdem muito tempo com o mesmo. Saem dos empregos pelas 16h, são grandes fãs do desporto, fazem-no com muita regularidade. As escolas públicas estão disponíveis para toda a população e a qualidade do seu ensino é reconhecida. A vida é tranquila e saudável por lá! Foi uma excelente experiência e eu gostei imenso.
Boas Viagens


❤ Instagram @claudiagoncalvesganhao

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© Sunny November. Design by Fearne.