quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Os TPC’s da Laura

Confesso que na ida da Laura para o 1.º ano me assustava um pouco em parte também devido aos TPC’s! Sempre ouvi falar que era uma mudança muito grande e que os meninos tinham imensos TPC’s.


A realidade é que sim, é uma mudança muito grande, estar mais tempo sentado numa sala, a ouvir, a assimilar e a trabalhar. Continuo a achar que deveria de haver uma transição no início do ano lectivo e não de os colocar mal começa o ano num regime tão apertado. Uma das principais queixas da Laura tem a ver com o tempo de brincadeira: “Oh Mãe, os intervalos são tão pequenos, quando estou a brincar bem vêm-me chamar para ir para as aulas e eu quase que não brinco com os meus amigos!”


No caso dela nem é o estar fechada ou tanto tempo sentada, é sim a redução drástica no tempo de recreio dedicado exclusivamente à brincadeira. E o tanto que se aprende a brincar!

Outra questão são os TPC’s, no caso da escola e da professora da Laura, há TPC’s, mas há a possibilidade de os fazerem na hora de estudo que a escola disponibiliza aos alunos que permanecem na escola após as 16h30m. E quem os consegue ir buscar antes? Eu não, saio do trabalho geralmente pelas 18h e se não forem os avós a irem buscá-la alguns dias mais cedo, ela fica no estudo e faz os TPC’s, embora os traga para casa para nós pais irmos acompanhando a matéria. E assim tem sido, com uma ou outra excepção, os TPC’s são feitos na escola, não alteram a nossa rotina familiar, nem lhe roubam tempo em família e tempo para brincar. No entanto num destes fins-de-semana trouxe alguns TPC’s, pois saiu mais cedo na 6ªf, mas não fizemos disso um bicho de sete cabeças e ainda nos divertimos a fazê-los juntas!

E por aí?

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© Sunny November. Design by Fearne.